Notícias ACIRV

OBSERVATÓRIO RIO VERDE: De Olho nas Contas Públicas

0 Comentários
460
12 Apr 2018

Desde novembro de 2011, o brasileiro tem garantido por lei o acesso ás informações públicas para se inteirar de como está sendo realizada a gestão de sua cidade. A questão é que fazer isso por conta própria demanda um certo conhecimento e tempo que nem sempre temos. Pensando na qualidade de vida do Rioverdense surgiu a ideia de criar o Observatório Rio Verde.

Mas o que é o Observatório? É uma entidade constituída por um grupo de profissionais de diversas áreas, como advogados, contabilistas, economistas, empresários, estudantes e etc, isentos de filiação política partidária. O presidente do Observatório Rio Verde, Luciano Paganini, explicou que o objetivo principal do projeto é deixar a população consciente do que acontece no município e como e onde está sendo investido o dinheiro público. “O Observatório está sendo criado com o intuito de proporcionar a sociedade Rioverdense oportunidades que promovam a coesão social por meio da transparência e zelo no uso dos recursos públicos” afirmou ele.

O desejo de criar o Observatório surgiu em 2014, quando uma comitiva composta por membros da ACIRV (Associação Comercial, Industrial e Serviços de Rio Verde), visitou a cidade de Maringá no Paraná. De lá foi retirada também a ideia de criar o Conselho de Desenvolvimento Econômico que complementa as ações do Observatório. “O CODERV foi fundado em fevereiro de 2015 e cria soluções para a cidade através de projetos propostos, o Observatório fiscaliza o que está sendo feito pelo poder público e se é de acordo com o que é praticado em outras cidades de mesmo porte” explicou o presidente do Observatório.

A equipe do Observatório se reunirá uma vez por semana para traçar as metas de trabalho em que todas as informações levantadas ou denunciadas pela comunidade serão analisadas por um comitê para dar andamento aos procedimentos. “A metodologia de trabalho envolve três fases: analise dos editais e, se necessário, a solicitação de alterações; a segunda fase o foco é no processo, preço, quantidade e qualidade dos produtos/serviços; na terceira é realizado o acompanhamento a entrega do produto/serviço, análise do contrato e a efetividade do mesmo” detalha Paganini.

O Observatório Rio Verde tem como principal função realizar um trabalho técnico na esfera da educação fiscal, demonstrando a importância social e econômica dos tributos e a necessidade de o cidadão acompanhar a aplicação dos recursos públicos. “Esses são os nossos impostos, o Observatório quer criar indicadores de gestão pública com base na execução orçamentária e nos indicadores sociais do município, fazendo o comparativo com outras cidades do mesmo porte que Rio Verde” conta o presidente.

As expectativas para o início dos trabalhos do Observatório de Rio Verde são as melhores e os representantes das entidades que se disponibilizaram para fazer esse trabalho de forma voluntária estarão engajados no projeto. “Nós buscamos a justiça social, estamos exercendo nossa cidadania e queremos a melhoria da gestão pública atuando profissionalmente em tempo real para transformar o direito de indignar-se em atividade” complementou o presidente.

O Observatório Rio Verde em breve começa suas atividades para fazer de Rio Verde uma cidade ainda melhor para você, conheça mais sobre o projeto e apoie essa causa.

0.0
Last Modified: -/-
Artigos relacionados: Grandes expectativas são depositadas no Observatório Rio Verde em seu lançamento Observatório Rio Verde tem ata de fundação assinada ​Estacionamento rotativo em Rio Verde: Veja como está o sistema dois meses após a implantação
OBSERVATÓRIO RIO VERDE: De Olho nas Contas Públicas

Nenhum comentário cadastrado...

Deixe uma mensagem

Seu endereço de email não será publicado.